Elena Ferrante

Elena Ferrante. 1) A amiga genial, 331 páginas. 2) História do novo sobrenome, 470 páginas. 3) História de quem foge e de quem fica, 416 páginas. 4) História da menina perdida, 480 páginas. Tradução: Maurício Santana Dias.

Deixei para falar de Elena Ferrante quando terminasse de ler a tetralogia napolitana. Muito já se escreveu sobre esses livros de Ferrante, vou ser breve, então. Leia logo, vale a pena. O leitor não consegue parar de ler depois que começa. No quarto volume, a própria Ferrante define o que faz com que seus livros sejam tão deliciosos: ela tem o prazer de narrar. Nada de subterfúgios, técnicas pós-modernas, malabarismos. Ferrante conta uma bela história do começo ao fim, de forma direta e apaixonante. A história da amizade e de certo ódio mútuo entre duas amigas, da infância até a velhice. É uma história de fôlego, observe a quantidade de páginas total e por volume. De todo modo, penso que no quarto volume a autora acelera a história. Mesmo assim, excelente leitura, muitos momentos de prazer literário que Ferrante nos oferece. Leia, leia, é muito bom.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s